Santorini

Chegamos a Santorini de Ferry também, a guia me explicou sobre o hotel em inglês, mas depois percebeu que eu falava português assim como ela, era brasileira e vivia na Grécia trabalhando em Santorini. Enfim, após a chegada no porto fomos até o hotel El Greco, que ficava bem no meio da caldeira, a ilha tem o formato de C, e a parte interna chamam de caldeira. Ficamos em Thira, perto de uma das partes mais conhecidas e bonitas da ilha. Tínhamos a vista para o mar dos dois lados da ilha. Ao entardecer pudemos conhecer o centrinho de Thira, e acabamos vendo o por-do-sol. Havia muita gente lá, passeamos por lá e comemos também, dessa vez foi suvlaki, mas não era muito bom, então pedimos gyros pyta, que não tem erro.

No segundo dia fizemos um tour pela ilha, fomos de barco até a parte mais ativa do vulcão que fica no meio da caldeira, lá houveram erupções 65 anos atrás, e ainda tem partes da terra que é ainda quente. Passamos pelas correntes quentes, e pudemos entrar na água também, tivemos que ir nadando até lá por uns 50 metros. A água era cor de barro e tinha cheiro de enxofre, devido ao calor. Depois fomos até a parte da ilha chamada Thirasia, almoçamos e entramos no mar com o snorkel, foi um dos mares mais bonitos, era uma região não muito explorada por banhistas, havia muitos ouriços e quando chegávamos a parte funda, era tão fundo que não víamos mais o chão, a sensação de estar voando era muito legal, chegava a dar medo. Após isso pegamos o barco em direção a Oia, onde tem o pôr-do-sol mais famoso da Grécia (tem gente que diz que é do mundo), ao descer no cais, tínhamos a opção de subir de burrinho ou ir a pé pelas escadarias, como tínhamos 4 horas por lá, resolvemos entrar no mar novamente. Interessante era a cor do fundo do mar, todo escuro, somente com pedras e sem areia, água muito cristalina e a uma temperatura perfeita para ficar por horas tomando banho, peixes por todos os lados e uma temperatura de quase 40º C todos os dias. Ao chegar no ponto que a vista para o pôr-do-sol é melhor, escolhemos um lugar e esperamos por lá por 2 horas, havia muita gente, e muitas pessoas tirando fotos. Tiramos fotos bem bonitas. Após o pôr-do-sol voltamos a Thira e para fechar a noite fomos ao centrinho para comer e tomar alguma coisa. Acabamos fazendo um Spa para pés, onde peixinhos dentro de um aquário ficam mordiscando os seus pés, é muito engraçado, e no final realmente parece que os pés estão diferentes.

No terceiro dia, pela manhã fomos a praia Kamari beach, com areias escuras. A praia é linda, a areia é basicamente de pedras vulcânicas, todas redondinhas, polidas pelas marés. Até trouxemos um punhado para casa. Depois da praia pegamos o ônibus e fomos até ao hotel para pegar a malas e partir para a próxima ilha, Ilha de Creta. Somente hoje tivemos energia para escrever, quase 2 meses depois da volta da lua-de-mel, as memórias ainda estão frescas, e parece que ainda estamos por lá de alguma forma.

Anúncios

2 comentários sobre “Santorini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s